segunda-feira, 2 de julho de 2012

Ferring Pharmaceuticals lança medicamento de 1ª linha em Hormonioterapia para Câncer de Próstata

Firmagon ao contrário dos medicamentos disponíveis no mercado é um antagonista que bloqueia a produção de testosterona, principal substância responsável pelo crescimento de células malignas na próstata.

A Ferring Pharmaceuticals, líder mundial na pesquisa e desenvolvimento de produtos farmacêuticos baseados em hormônios peptídicos naturais, inaugura uma nova classe terapêutica com o lançamento de Firmagon (acetato de degarelix). Indicado para o tratamento do câncer de próstata avançado, sendo o primeiro bloqueador de GnRH (hormônio liberador de gonadotropina), ele possui um exclusivo mecanismo de ação que apresenta rápida e longa supressão da testosterona, de forma sustentada. Dados apresentados no congresso Europeu de Urologia comprovam que Firmagon proporciona ao paciente sete meses de sobrevida livre de progressão da doença.
De acordo com o Dr. Paulo Vernaglia o Firmagon é um antagonista, o que faz com que o fármaco se ligue diretamente ao receptor de GnRH e bloqueie imediatamente a cascata de produção e a liberação de LH e FSH, reduzindo os níveis de testosterona de maneira rápida e eficaz. “Para que seja produzido o efeito antagonista, o acetato de degarelix não apresenta o flare de testosterona no início do tratamento ou microsurge após a aplicação repetida das injeções.”, relata o especialista.
De forma prática, Vernaglia explica que quando a próstata apresenta uma anormalidade diagnosticada, por meio do exame físico e laboratorial (dosagem do PSA e biópsia), a testosterona estimula o crescimento das células malignas, e os medicamentos para o câncer de próstata existentes no mercado reduzem os níveis desta substância no sangue após, em média, 1 mês. Devido a seu mecanismo de ação, Firmagon proporciona redução da testosterona a níveis de castração em até 3 dias (para 96% dos pacientes), o que se reflete também na redução imediata do PSA e estabilização do tumor.
Em 2011 foi publicada extensão do estudo CS 21 (CS 21 A), com acompanhamento dos pacientes por três anos. O estudo demonstrou, em uma análise exploratória, que os pacientes que mantiveram o tratamento com Firmagon apresentaram resultados consistentes no longo prazo (42 meses) em relação à supressão de PSA. O estudo apresentou também, o resultado do cross over de pacientes em uso de leuprolida que, após um ano de tratamento, passaram a ser tratados com Firmagon. Para esses pacientes, os dados demonstram uma redução no índice de falha de PSA, invertendo a tendência de falhas deste grupo, passando de 20% para 8% o risco de progressão da doença.
O aumento no tempo de falha do PSA é um resultado importante para o paciente, uma vez que este é um indicativo de câncer de próstata resistente à castração e adia o início de tratamentos de segunda linha, incluindo quimioterapia.
Com o lançamento do Firmagon® (acetato de degarelix), a Ferring reforça o seu compromisso de oferecer medicamentos para terapias vitais, auxiliando milhões de pacientes em todo mundo na luta contra o câncer. A dose de ataque do Firmagon é de 240 mg administrados em duas injeções subcutâneas de 120 mg cada. A dose de manutenção deve ser dada um mês após a dose inicial, com administração mensal, sendo uma injeção subcutânea de 80 mg.
Atualmente, o câncer de próstata é o tipo de câncer mais incidente no Brasil. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), foram estimados 60.000 novos casos para 2012.
A Ferring Pharmaceuticals: Fundada em 1950 na cidade de Malmö - Suécia, por Dr. Frederik Paulsen, a Ferring é líder mundial em hormônios peptídeos, e foi pioneira no desenvolvimento de produtos farmacêuticos baseados em hormônios peptídicos naturais, produzidos pela pituitária (hipófise). Atualmente estuda e desenvolve produtos nas áreas: Obstetrícia, Reprodução Humana, Urologia, Hematologia e Gastroenterologia. A Ferring está presente em mais de 50 países e sua matriz fica em St. Prex na Suíça. Atualmente a empresa conta com o apoio de 4000 colaboradores e tem um faturamento anual de 1,078 bilhão de euros.

Fonte: Portal Fator Brasil