sábado, 3 de novembro de 2012

Água de coco supera isotônicos como bebida esportiva


Isotônico natural

A água de coco faz jus à sua fama de "isotônico natural".
A conclusão é de uma equipe de cientistas da Universidade de Indiana (EUA), liderada pela Dra Chhandashri Bhattacharya.
A água de coco mostrou-se a bebida esportiva ideal para quem faz exercícios leves e moderados.
Quem faz exercícios pesados, contudo, que envolvam suar muito, deve acrescentar - literalmente - um grão de sal à sua água de coco.

Bebida natural

"A água de coco é uma bebida natural que tem tudo o que as bebidas esportivas em média têm, e muito mais," disse a Dra Bhattacharya.
"Ela tem cinco vezes mais potássio do que o Gatorade™ ou Powerade™. Sempre que você começa a ter cãibras nos músculos, o potássio vai ajudar você a se livrar das dores. É uma bebida saudável, que repõe os nutrientes que seu corpo perdeu durante um treino moderado."
A pesquisadora acrescenta que o potássio da água de coco ajuda também quem não está fazendo exercícios.
O exagero recente no consumo de sal significa que a dieta ocidental está se tornando rica em sódio e pobre em potássio, um desbalanceamento nada saudável.
Pessoas que ingerem comidas com pouco potássio e muito sódio apresentam um risco de doenças cardiovasculares duas vezes maior, além de um risco 50% maior de morte por qualquer causa.

Vantagens da água de coco

A Dra Bhattacharya comparou a água de coco com os isotônicos comerciais Gatorade™ e Powerade™ e descobriu que a água de coco contém 1.500 miligramas de potássio por litro (mg/l), contra 300 mg/l dos produtos comerciais.
Quanto ao sal, enquanto a água de coco possui 400 mg/l de sódio, as duas bebidas esportivas têm 600 mg/l.
As quantidades de magnésio e carboidratos são semelhantes nas três bebidas.
Uma porção de água de coco com 340 gramas tem a mesma quantidade de potássio que uma banana.
A água de coco também é rica em antioxidantes.
No Brasil, recentemente pesquisadores da Unicamp desenvolveram uma água de coco gaseificada.
Por outro lado, outras pesquisas mostraram que as bebidas esportivas podem causar erosão dentária. A Anvisa recomenda que bebidas isotônicas devem ser exclusivas para atletas.

Fonte: Diário da Saúde