quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Gel inspirado em mexilhões reforça veias e artérias


Cola para veias

Usando o muco que os mexilhões usam para se fixar às rochas, cientistas criaram um gel capaz de reforçar e proteger as paredes das veias e artérias.
O maior potencial de aplicação do material bio inspirado será evitar a ruptura de vasos sanguíneos.
Quando ocorre uma ruptura, o coágulo resultante pode bloquear o fluxo sanguíneo para o coração - provocando um ataque cardíaco - ou do cérebro - provocando um acidente vascular cerebral.
"Ao imitar a capacidade do mexilhão de agarrar-se aos objetos, criamos uma substância que permanece no local em um ambiente muito dinâmico, com velocidades de fluxo altos," diz Christian Kastrup, da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá.

Cirurgias cardíacas

A força extraordinária de adesão dessa espécie de cola reforça as paredes dos vasos enfraquecidos e com risco de ruptura.
Ao formar uma barreira estável entre o sangue e as paredes dos vasos, o gel poderá também impedir a inflamação que ocorre tipicamente quando um stent é inserido para alargar uma artéria ou veia.
Esse processo inflamatório frequentemente neutraliza a abertura do vaso que o stent pretendia induzir.

Pintura com cola

O material foi testado com sucesso em animais nos quais foi induzido um quadro similar ao da aterosclerose.
Os cientistas compararam o processo de aplicação do material a "pintar os vasos sanguíneos por dentro."
Uma vez liberado no interior do vaso sanguíneo, o material fixa-se nas paredes como uma cola.
O próximo passo é realizar testes em humanos, para que o material possa ser usado pelos médicos.

Fonte: Diário da Saúde