terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Sementes de uva aumentam 10 vezes antioxidantes em biscoitos


Biscoito com antioxidante

É possível criar biscoitos e bolos enriquecidos com antioxidantes que tenham sabor agradável.
Para isso, basta usar um ingrediente inusitado: sementes de uva.
O resultado são biscoitos com um nível de antioxidantes cerca de 10 vezes maior do que um biscoito comum.
A descoberta, feita por cientistas do Instituto de Tecnologistas em Alimentos (EUA) foi publicada na edição desta semana da revista científica Journal of Food Science.

Sementes de uva na receita

Extratos de semente de uva são ricos em antioxidantes.
Estes, por sua vez, têm sido associados com efeitos benéficos sobre a saúde humana, tais como prevenção de doenças cardiovasculares e diminuição do risco de câncer.
No entanto, eles têm duas desvantagens quando são usados como ingredientes alimentares ou na preparação de receitas: um sabor amargo e adstringente e instabilidade ao calor.
Para superar os dois inconvenientes, os cientistas usaram a microencapsulação, uma técnica que já está sendo usada para conservar as propriedades da romãprópolis e de fitoterápicos, como a fava de sucupira.

Microencapsulação

Na microencapsulação, o ingrediente a ser conservado - neste caso, os antioxidantes da semente de uva - são cobertos por uma mistura de compostos em escala microscópica.
O revestimento protege os antioxidantes das alterações causadas pelo calor do forno, e podem mascarar o seu sabor adstringente.
Desta forma, preserva-se o sabor do biscoito ou bolo conforme a receita original e a integridade dos antioxidantes.
Os pesquisadores afirmam que a descoberta abre a oportunidade para incorporar microcápsulas antioxidantes tanto em produtos assados quanto cozidos, sem afetar o sabor.
A microencapsulação está sendo desenvolvida em várias partes do mundo, inclusive no Brasil, estando aos poucos caminhando para se tornar um processo comercial.

Fonte: Diário da Saúde