terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Conheça quais sãos os mitos e verdades sobre os nutricosméticos

Emagrecer, perder a barriguinha, eliminar a celulite, cuidar melhor dos cabelos e da pele são algumas metas que a maioria das mulheres estabelecem a cada novo ano. Mas, com os afazeres do dia a dia e a falta de tempo para se alimentar bem ou praticar uma atividade física, é comum que os 12 meses se passem e nada disso mude efetivamente. Nesses casos, os nutricosméticos – suplementos que cuidam do corpo de dentro para fora – podem ser grandes aliados.

Benefícios dos nutricosméticos

“O processo de regeneração do nosso corpo depende de algumas vitaminas e minerais que precisam ser ingeridas frequentemente através da alimentação. Com a correria dos dias atuais, está cada vez mais difícil garantir a ingestão regular destes nutrientes, o que resulta em falta de energia, dificuldade para emagrecer, enfraquecimento de unhas e cabelos”, explica a nutricionista Andréa Santa Rosa.

Segundo ela, o uso dos nutricosméticos pode ajudar a manter o pique e saciar a fome, desde que associado a uma dieta balanceada e a prática de atividade física regular. Mas o ideal é que antes de comprar ou consumir qualquer produto seja feita uma consulta com um profissional habilitado (nutrólogo, nutricionista ou médico esportivo) para conhecer melhor quais são suas necessidades e quais os suplementos mais indicados para cada situação.

Mitos e verdades sobre nutricosméticos

Nutricosméticos podem substituir tratamentos estéticos? Mito.
“Os nutricosméticos não têm como objetivo substituir os tratamentos estéticos, que muitas vezes cumprem funções em partes específicas do corpo”, afirma. Mas, com o passar do tempo e o uso constante, eles podem contribuir para melhorar alguns pontos, como flacidez e elasticidade.

Nutricosméticos podem substituir a refeição? Mito.
Ele jamais deve substituir uma refeição. “Pelo contrário, seu efeito está diretamente ligado a uma boa alimentação”, afirma.

Os efeitos dos nutricosméticos somem quando o consumo é interrompido? Verdade.
Eles só funcionam enquanto a pessoa está tomando e, por isso, a nutricionista aconselha que façam parte da rotina diária. “Se por exemplo, os nutricosméticos são utilizados para promover efeitos antioxidantes e proteger a pele contra a destruição causada por radicais livres, uma vez que o paciente para com seu consumo a pele fica desprotegida”, diz. O mesmo acontece com os nutricosméticos voltados para a queda capilar. Se parar de tomar, o cabelo volta a cair.

Os nutricosméticos demoram a fazer efeito? Depende.
A nutricionista diz que, em média, os resultados começam a surgir depois de 60 dias de uso. Mas há pessoas que afirmam perceber melhoras a partir da terceira semana. “Isso depende do organismo e do estilo de vida de cada pessoa, mas o tratamento ideal tem duração de três meses, período que o corpo precisa para assimilar os nutrientes”, explica.

É possível tomar mais de um nutricosmético para obter diferentes benefícios? Verdade.
Há formulações com focos específicos, como cuidar das unhas, dos cabelos, clarear a pele ou minimizar rugas. Por isso, os efeitos podem ser complementares. Mas é preciso que haja acompanhamento de um médico ou nutricionista, já que algumas vitaminas ou minerais podem estar presentes em diversas formulações e em doses muito elevadas podem causar efeitos indesejados.

Por: Felipe - Econofarma Foto: patriciafrancoriopreto.blogspot.com
Fonte: Portal ORM – PA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário