terça-feira, 21 de julho de 2015

Combinação de fármacos pode retardar 50% dos casos de câncer de mama

Um fármaco de baixo custo e seguro pode ajudar metade das mulheres com câncer de mama a viverem mais tempo, segundo um estudo publicado na revista Nature.

A pesquisa realizada por pesquisadores da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, e da Universidade de Adelaide, na Austrália, está ainda numa fase inicial mas dá a entender que o hormônio progesterona poderia ser usada para retardar o crescimento de alguns tumores.

Experiências com células cancerígenas em laboratório revelaram que estas cresceram apenas metade do tamanho quando tratadas com um regime combinado de progesterona e tamoxifeno, em comparação com a monoterapia com tamoxifeno.

Carlos Caldas, um dos investigadores da Universidade de Cambridge, acredita que a descoberta pode ajudar mulheres diagnosticadas com câncer de mama numa fase inicial e controlar a doença por mais tempo em casos de câncer de mama avançado.

Os pesquisadores estão agora planejando as primeiras fases de um ensaio clínico e acreditam que cerca de metade das mulheres poderiam beneficiar com esta combinação terapêutica.

Fonte: Dikajob
Foto: www.awomanstime.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário