sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Partículas "motorizadas" estancam hemorragias

Agentes coagulantes


Uma nuvem de "partículas motorizadas" poderá salvar milhares de vidas em salas de cirurgia e prontos-socorros.

As plaquetas do nosso sangue são muito eficientes em estancar sangramentos, mas o problema pode ser grande demais para elas - por exemplo, em hemorragias graves decorrentes de acidentes.

Entram em cena então, as partículas autopropelidas, que são capazes de nadar contra a corrente sanguínea para levar agentes coagulantes que possam ajudar a interromper a hemorragia.

"A hemorragia é o assassino número um dos jovens, e a morte materna de hemorragia pós-parto pode chegar a um em cada 50 nascimentos em condições de poucos recursos, ou seja, são problemas extremos," disse o professor Christian Kastrup, da Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá).

Plaquetas motorizadas

Para atacar esse problema, Kastrup e seus colegas desenvolveram um material na forma de um pó de micropartículas de carbonato de cálcio que, quando mergulhadas em líquido, geram um gás que as impele para a frente.

Cada micropartícula recebe uma carga de moléculas de ácido tranexâmico, um agente coagulante.

A equipe testou o mecanismo em uma situação extrema, na qual uma cobaia recebeu um ferimento que imita o rompimento da artéria femoral por um projétil, e as micropartículas autopropelidas mostraram-se altamente eficientes, interrompendo a hemorragia.

Hemorragia pós-parto

Serão necessários mais testes e análises antes que o material seja aprovado para uso clínico, mas a equipe já sabe quais problemas quer resolver primeiro.

"A área que nós estamos realmente focando é na hemorragia pós-parto: no útero, após o nascimento do bebê, você não consegue ver os vasos danificados, mas você pode colocar o pó naquela área e as partículas vão se movimentar sozinhas e encontrar os vasos danificados," disse Kastrup.

Com informações do Diário da Saúde


Nenhum comentário:

Postar um comentário