terça-feira, 12 de abril de 2016

FDA concede avaliação prioritária para novo tratamento imunoterápico contra câncer de bexiga

O FDA (Food and Drug Administration), órgão regulador de medicamentos nos EUA, concedeu análise prioritária do medicamento atezolizumab, molécula baseada na imuno-oncologia e desenvolvido pela farmacêutica Roche, para tratar pacientes com câncer de bexiga avançado ou metastático. 

No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de bexiga causa mais de 3,6 mil mortes por ano e terá mais de 9 mil novos casos da doença em 2016.

O tratamento convencional do câncer de bexiga envolve, dependendo do estágio da doença, a realização de cirurgia, terapia intravesical, quimioterapia convencional e radioterapia, todos com o objetivo de impedir a evolução da doença. Já o atezolizumab age em junção à proteína PD-L1, que se manifesta nas células tumorais e nos linfócitos infiltradores de tumores, bloqueando sua interação com os receptores PD-1 e B7-1 e ativando os glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo. Segundo a diretora médica responsável pela área de Desenvolvimento Internacional da Roche, Sandra Horning, o FDA avaliará a indicação de atezolizumab para câncer de bexiga com base nos estudos que mostram que os pacientes tiveram redução de 26% no tamanho dos tumores no período de um ano.

Acompanhando os avanços da imuno-oncologia, a Roche investe no desenvolvimento de novos métodos de tratamento que potencializam a resposta imune contra os tumores. Ao contrário dos métodos já estabelecidos, em que a terapia é direcionada para atacar o câncer por meio da divisão das células, a imuno-oncologia é considerada o futuro do tratamento da doença por estimular a capacidade do sistema imunológico do próprio paciente no combate às células tumorais.

Com informações de Dikajob
Referências
1. Taxa de mortalidade no Brasil pelo do Instituto Nacional do Câncer (INCA) – www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/bexiga
2. Incidência do Câncer no Brasil pelo do Instituto Nacional do Câncer (INCA) –http://www.inca.gov.br/estimativa/2016/tabelaestados.asp?UF=BR
Fonte: In Press Porter Novelli

Nenhum comentário:

Postar um comentário