segunda-feira, 18 de julho de 2016

A maneira mais eficaz para tratar sinusite

Todos os anos durante o inverno os casos de infecções respiratórias das vias áreas superiores (IVAS) aumentam. Estas ocorrem principalmente nos grandes centros, quando fatores como o tempo seco, as variações de temperatura (naturais ou artificiais) e o ar poluído se associam para contribuir para que as emergências tornem-se uma grande porta de entrada para casos de sinusite.


Os casos de sinusite crônica, quando o quadro permanece por mais de 12 semanas, causam muito desconforto ao dia a dia do paciente. Encontrar medidas para aliviar os sintomas e eliminar a doença, tem sido a tônica de diversos pesquisadores em todo o mundo.

Um estudo publicado no Canadian Medical Association Journal (CMAJ), randomizou 900 pacientes, com sinusite crônica ou recorrente, em grupos que foram submetidos a 1 de 4 diferentes terapias:

1. Irrigação nasal utilizando um pote neti;
2. Inalação com vapor;
3. Irrigação nasal associada a inalação com vapor;
4. Terapia usual.

Após 3 meses de acompanhamento, o grupo submetido a irrigação nasal apresentou uma melhora significativa dos sintomas quando comparado aos outros grupos.

A irrigação nasal foi ainda associada com a redução de episódios de cefaleia, redução de uso de medicações por contra própria e aumento da satisfação para consultar-se novamente com o médico.

Os autores do estudo estimaram que 13 pacientes seriam necessários para 1 obter benefício com este tratamento. Para a maior parte dos desfechos, a inalação com vapor não trouxe nenhum efeito.

Uma revisão sistemática publciada no Journal of The America Medical Association (JAMA), em 2015, com o intuito de identificar a terapia mais eficaz no tratamento de sinusite crônica em adultos. As evidências apontaram que o uso de irrigação nasal com salina associado a corticoide tópico, seriam a melhor linha de tratamento para estes pacientes.

Casos especiais:
• Pacientes com asma, pólipos nasais, e episódios recorrentes de sinusite, deve-se considerar a associação de terapia com Anti-IgE.
• Pacientes com pólipos nasais recomenda-se o uso de corticoide sistêmico por um período curto (1 a 3 semanas), ou doxicilina (3 semanas), ou antagonistas de leucotrieno.
• Pacientes sem pólipos nasais, uso de marcolídeo por tempo prolongado (> 3 meses) ou outro antibiótico não macrolídeo por tempo curto (< 3 semanas), pode ser eficaz.

A sinusite crônica causa usualmente frustração no médico e no paciente. Estudos como os citados acima trazem um melhor direcionamento no tratamento desta doença, permitindo que a satisfação com o resultado seja maior.

Referências
1. Medical Therapies for Adult Chronic Sinusitis – A Systematic Review Luke Rudmik, MD, MSc1; Zachary M. Soler, MD, MSc2
2. Advising Sinusitis Patients to Use Nasal Irrigation May Help Improve Symptoms – By Kelly Young

Com informações de Bruno Lagoeiro - Saúde & Tecnologia e blog PebMed 

Nenhum comentário:

Postar um comentário