segunda-feira, 11 de julho de 2016

Um pâncreas artificial poderia estar disponível em 2017

É provável que um novo dispositivo de circuito fechado capaz de monitorar a glicemia de pacientes com diabetes tipo 1 e ajustar, automaticamente, os níveis de insulina que caem na circulação, esteja disponível em 2018.

Diversos estudos clínicos foram realizados na área de tecnologias de “pâncreas artificial” nos últimos anos. Em uma análise observando o progresso do desenvolvimento e da avaliação destas tecnologias de circuito fechado, o Dr. Roman Hovorka e o Dr. Hood Thabit, da Universidade de Cambridge, descreveram como testes clínicos com estes dispositivos, em condições controladas de laboratório, estão sendo acompanhados por estudos transicionais em campos de diabetes, hotéis e pacientes ambulatoriais com diabetes e, mais recentemente, em estudos em casa. Eles ainda acrescentaram que estudos clínicos multinacionais de longa duração com circuito fechado e estudos pivotais estão em andamento ou em preparação.

Em uma publicação no periódico Diabetologia, os autores disseram que, embora a cronologia até a disponibilidade do dispositivo dependa de aprovação regulatória, a Administração de Alimentos e Medicamentos (Food and Drug Administration, FDA) dos EUA está atualmente analisando um modelo proposto com aprovação prevista para 2017. Uma análise recente do Instituto Nacional de Pesquisa em Saúde do Reino Unido (UK National Institute of Health Research) sugere que o sistema estará disponível no Reino Unido até o final de 2018.

Com informações de Univadis 

Nenhum comentário:

Postar um comentário