terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Cereais integrais podem ajudar a perder peso

Um novo estudo demonstrou benefícios adicionais em se consumir cereais integrais em detrimento de cereais refinados. 

O arroz integral, a aveia, a farinha e a cevada integrais integram o grupo dos cereais integrais, não processados. Os cereais refinados são processados e moídos de forma a remover o farelo e o gérmen de forma a prolongar a sua duração. A moagem retira aos cereais a fibra, o ferro e o complexo vitamínico B. O arroz branco e o pão branco são exemplos de cereais refinados. 

Os cereais integrais são considerados como sendo superiores aos refinados. Há estudos que indicam que o consumo de cereais integrais e de fibra oferece inúmeros benefícios para a saúde, como o controlo glicémico e a sensibilidade à insulina. No entanto, ainda não havia sido determinada de que forma é que os cereais integrais e a fibra ajudam no controle do peso. 

O estudo liderado por Susan B. Roberts, cientista e diretora do Laboratório de Metabolismo de Energia no Centro de Estudos de Nutrição Humana no Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), demonstrou que os cereais integrais fazem aumentar a perda de calorias através da redução das calorias retidas durante a digestão, acelerando o metabolismo.

Para o estudo, que teve a duração de oito semanas, os investigadores contaram com 81 homens e mulheres com idades compreendidas entre os 40 e os 65 anos. Toda a alimentação foi fornecida aos participantes aos quais foi pedido que devolvessem qualquer alimento que não tivesse sido consumido e que continuassem com os seus níveis de atividade normais. 

Durante as primeiras duas semanas os participantes consumiram o mesmo tipo de alimentos, tendo sido determinas as necessidades calóricas de cada um. Seguidamente foram integrados aleatoriamente num grupo de alimentos integrais ou refinados. As diferenças entre os dois tipos de dieta consistiram essencialmente no conteúdo dos cereais e da fibra. Os macronutrientes, estrutura das refeições, tipo de alimentos e energia eram semelhantes para ambos os grupos.

Foram medidos o peso, o ritmo metabólico, os níveis de glicose no sangue, as calorias fecais, sensação de satisfação ou fome. 

A equipe observou que o grupo dos cereais integrais apresentou um aumento na taxa metabólica em repouso e uma maior perda fecal, em comparação com o grupo dos cereais refinados. O aumento da perda fecal não foi devido à ingestão de fibra adicional, mas sim ao efeito da mesma na digestibilidade das outras calorias alimentares. 

Os participantes do grupo dos cereais integrais perderam 100 calorias adicionais em relação aos participantes que consumiram a dieta dos cereais refinados. A sensação de fome e de satisfação não diferiu grandemente entre ambas as dietas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário