quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Robô-cirurgião opera veia dentro do olho e evita cegueira

Cirurgiões e engenheiros da Universidade de Lovaina (Bélgica) construíram um robô-cirurgião capaz de realizar operações de altíssima precisão dentro do olho - o primeiro paciente já foi operado com êxito com a ajuda do equipamento.

Controlado por um cirurgião ocular, o robô usou uma agulha de apenas 0,03 milímetro para injetar um medicamento trombolítico na veia retiniana do paciente - a oclusão retiniana é uma condição que pode levar à cegueira.

A operação foi bem-sucedida, mostrando que é possível dissolver com segurança um coágulo sanguíneo de uma veia interna do olho - com um adequado suporte robótico.

O equipamento agora passará para um ensaio clínico de fase 2, onde será possível demonstrar o impacto clínico da cirurgia robotizada para os pacientes, com um acompanhamento de longo prazo.

Oclusão da veia retiniana

A oclusão da veia retiniana é marcada pela formação de um coágulo sanguíneo em uma das veias da retina. Isso causa redução da visão ou mesmo cegueira no olho afetado. Hoje, o tratamento consiste em injeções mensais no olho, um tratamento que apenas reduz os efeitos colaterais da trombose, mas não consegue reverter seus efeitos.

A retirada total do coágulo deverá ser uma solução definitiva para a ampla maioria dos casos.

"O tratamento atual para a oclusão da veia da retina custa à sociedade €32.000 por olho [quase R$110.000], um preço elevado, especialmente se você sabe que está apenas tratando os efeitos colaterais e que há pouco mais que se possa fazer do que evitar a diminuição da visão. O robô-cirurgião nos permite tratar a causa da trombose na retina pela primeira vez. Então, estou ansioso para o próximo passo: se conseguirmos, vamos literalmente ser capazes de fazer pessoas cegas enxergar novamente," disse o professor Peter Stalmans, coordenador da equipe.

Com informações do Diário da Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário