segunda-feira, 22 de maio de 2017

AINEs aumentam o risco de IM dentro de uma semana de início do tratamento

De acordo com um novo estudo publicado no BMJ, AINEs comuns, incluindo ibuprofeno e naproxeno, podem aumentar o risco de infarto do miocárdio (IM) ainda na primeira semana de uso. 

Estudos anteriores sugeriram que tanto AINEs tradicionais quanto seletivos da COX-2 aumentam o risco de IM agudo, mas a cronologia do risco, o efeito da dose, a duração do tratamento e os riscos comparativos entre os AINEs ainda não são bem compreendidos.

Esta análise sistemática e metanálise de evidências disponíveis observaram que tomar qualquer dose de AINEs por uma semana, um mês ou mais de um mês estava associada a um risco aumentado de IM. A probabilidade de um IM dentro de uma semana do início do tratamento foi aumentada em 24% com celecoxibe, 48% com ibuprofeno, 50% com diclofenaco, 53% com naproxeno e 58% com rofecoxibe. Foi observado um risco maior com doses mais elevadas de AINEs. 

Os autores concluíram que “tendo em vista que o risco de infarto agudo do miocárdio teve seu início na primeira semana e pareceu ser maior no primeiro mês de tratamento com doses mais elevadas, os prescritores devem considerar a possibilidade de pesar os riscos e benefícios de AINEs antes de instituir o tratamento, particularmente no caso de doses mais elevadas”.

Com informações de Univadis

Nenhum comentário:

Postar um comentário