sexta-feira, 16 de junho de 2017

A depressão e ansiedade provocam dor crônica?

Metade dos adultos que sofrem de ansiedade ou de uma perturbação de humor como a doença bipolar ou depressão disseram sentir dores crônicas, foram as conclusões de um novo estudo.

O estudo conduzido por uma equipa de investigadores da Escola de Saúde Pública Mailman da Universidade de Columbia, Nova Iorque, EUA, consistiu na análise dos dados de uma sondagem que contou com a participação de 5.037 adultos de São Paulo, Brasil.

Os investigadores liderados por Sílvia Martins, docente associada de Epidemiologia naquela instituição acadêmica, procuraram identificar associações entre os transtornos de humor e ansiedade do “Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais” (DSM-IV) e problemas físicos crónicos nos participantes, que incluiu entrevistas pessoais. 

Relativamente aos participantes com transtornos de humor, a dor crônica foi o problema mais comum relatado, com 50% de afetados, seguido de doenças respiratórias, com 33% dos participantes, doenças cardiovasculares, com 10%, artrite com 9% e diabetes com 7%.

45% dos participantes que sofriam de dores crônicas, 30% dos que tinham doenças respiratórias e 11% dos que tinham artrite e doenças cardiovasculares disseram ter problemas de ansiedade.

Os participantes que tinham duas ou mais doenças crônicas apresentavam a possibilidade de sofrerem de um transtorno de humor ou de ansiedade. Finalmente, a hipertensão foi associada a ambas as doenças, com 23% dos participantes afetados.

“O duplo fardo das doenças físicas crônicas e dos transtornos de humor e ansiedade é um problema significativo e que está a aumentar”, avançou a autora principal do estudo.

“Estes resultados dão uma nova perspetiva sobre o impacto na saúde pública do duplo fardo das doenças físicas e mentais”, continuou.

“Uma doença crônica em conjunto com um transtorno psiquiátrico é um assunto urgente que deve ser tido em conta quando os prestadores de saúde elaboram intervenções preventivas e serviços de tratamento – especialmente o pesado fardo da saúde mental vivido pelos que têm duas ou mais doenças crônicas”, rematou a investigadora. 

Com informações de ALERT Life Sciences Computing, S.A. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário