domingo, 13 de agosto de 2017

As nozes podem ajudar a manter intestinos saudáveis

Um ensaio clínico efetuado em animais demonstrou que o consumo de nozes é benéfico para a saúde digestiva, através da promoção de bactérias probióticas benéficas nos intestinos.

Para o estudo, conduzido por uma equipe de investigadores da Universidade do Estado da Louisiana, EUA, foram usadas ratazanas, divididas em dois grupos de forma aleatória. 

Aos roedores de um dos grupos foi atribuída uma alimentação que incluía uma dose diária de nozes raladas, equivalente a meia chávena em humanos. O outro grupo recebeu a mesma alimentação, mas sem nozes. Ambos os grupos receberam as mesma calorias e nutrientes e foram alimentados durante um período de 10 semanas.

Foi verificado que, após aquele período, em comparação com as ratazanas que não tinham consumido nozes, as ratazanas que tinham consumido o suplemento de nozes apresentavam um aumento de bactérias benéficas, incluindo a Lactobacillus, Roseburia e a Ruminococcaceae. 

Os componentes bioativos das nozes poderão contribuir para proporcionar os benefícios observados. As nozes são o único fruto de casca rija que contém uma quantidade significativa de ácido alfa-linoleico, de ácido gordo ômega-3 derivado de plantas, bem como proteínas e fibra. 

“A saúde intestinal é uma área de investigação emergente, mas estamos a verificar que uma maior diversidade bacteriana poderá estar associada a melhores resultados de saúde, enquanto pouca diversidade foi associada a problemas como a obesidade e a doença inflamatória intestinal”, explicou Lauri Byerley, investigadora principal deste estudo.

A investigadora disse ainda que “a saúde dos intestinos está relacionada com a saúde do resto do organismo” e remata: “o nosso estudo vem demonstrar que as nozes produzem alterações nos intestinos, o que poderá explicar a razão pela qual existem outros benefícios positivos para a saúde com o consumo de nozes, como a saúde do coração e do cérebro”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário